RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

5 min de leitura 29 abril. 2022

Análise técnica: entenda o que significa

# G2D Investments
Análise técnica: entenda o que significa

Se você já tem experiência no mercado financeiro, conhecer a análise técnica pode ser interessante para aprimorar suas estratégias. Afinal, com essa ferramenta, você tem mais assertividade ao definir quais ativos valem a pena investir. 

Reconhecer bons investimentos é uma das principais habilidades dos investidores. Contudo, poucas pessoas se sentem confiantes para afirmar que sabem fazer isso. Segundo pesquisa realizada pela Federação Brasileira de Bancos e pelo Banco Central, apenas 34,1% dos brasileiros se sentem capazes de reconhecer um bom investimento. 

Que tal entender como analisar gráficos e usar esse conhecimento para prever o desempenho futuro de um papel? Continue conosco neste artigo e veja a análise técnica explicada ponto a ponto.  

Para que serve essa metodologia?

A análise técnica é usada para estudar as tendências de preço e volume de ativos. O objetivo dessa atividade é comprar e vender produtos financeiros em um curto prazo, como um único dia, semanas ou poucos meses.

Ela pode ser aplicada para avaliar a performance não só de ações na Bolsa de Valores, mas também de commodities e criptomoedas, por exemplo. O método é mais utilizado entre traders, investidores que focam em lucrar com movimentos de ações de curto prazo. 

Logo, a prática busca prever como a oferta e a demanda por um título afetarão as mudanças no preço, no volume e na volatilidade. Os principais indicadores para avaliar movimentos futuros são o histórico de negociações passadas e as mudanças de preço de um título. 

O termo também é conhecido como análise gráfica, porque a forma de prever os movimentos de ativos a partir do histórico ocorre por gráficos. Com eles, o investidor observa o histórico de um determinado papel e entende em quais níveis outros investidores estiveram mais otimistas ou pessimistas. 

A história e o objetivo por trás da técnica

Essa técnica foi difundida por Charles Dow, jornalista e fundador do Wall Street Journal. Inclusive, o sobrenome de Dow é usado em um dos índices acionários dos Estados Unidos, o Dow Jones. 

Em suma, a análise técnica consiste em estudar movimentos que ocorreram no passado com um produto financeiro. Essa verificação permite entender o cenário atual de um ativo e prever o futuro dele. 

Com a renda variável, o preço dos produtos financeiros varia conforme as condições do mercado. Dessa forma, investidores que sabem analisar a oferta e a demanda de um ativo têm mais chance de obter bons rendimentos. 

Como praticá-la nos investimentos 

Para usar a análise técnica dos mercados financeiros, existem três indicadores que você deve conhecer. Eles permitem a identificação da tendência predominante. 

Nesse sentido, um ativo pode ter uma tendência de alta, baixa e lateralização. Enquanto indicador, a alta diz respeito à acumulação. Em um gráfico, a alta de um ativo é ilustrada por topos e fundos ascendentes. 

Já com a tendência de baixa, ocorre o contrário: os topos e os fundos são mais baixos. É esse zigue-zague que caracteriza a valorização ou a desvalorização de um produto financeiro. 

Por fim, o terceiro indicador da análise técnica das tendências das ações é o de lateralização. Nele, o preço do ativo se movimenta sem muita oscilação, isto é, sem cair ou subir consideravelmente. 

Vantagens da análise de tendências

Ao analisar e identificar esses padrões, você pode definir um preço para vender o papel com uma determinada estimativa de lucro. Outra possibilidade é sair da operação com um prejuízo aceitável, ou seja, quando identifica sinais de que há uma tendência de baixa.

Pense no seguinte exemplo: você pode estabelecer, como regra, que não vai ganhar ou perder mais de R$ 1 mil com um ativo. Caso você invista R$ 2 mil, e o papel cair para R$ 1 mil, basta zerar a operação. 

Uma ótima alternativa para aprender mais, além de continuar as leituras sobre o tema, é assistir a cursos gratuitos sobre a técnica. A B3, Bolsa de Valores brasileira, disponibiliza curso com uma hora de duração para você aprender o básico da metodologia. 

Use a técnica para analisar o desempenho da G2D

Em síntese, a análise gráfica de ações pode ser descrita como uma forma de entender quando é melhor comprar ou vender um papel. Contudo, essa técnica não oferece certezas, mas a chance de contar com probabilidades. Aliás, ela serve para analisar o histórico da G2D na Bolsa de Valores. 

A G2D Investments é uma companhia que permite o acesso democratizado ao Venture Capital. Por meio do papel da empresa, o G2DI33, qualquer pessoa pode investir em negócios baseados em tecnologia, seja do Brasil, da Europa ou dos Estados Unidos. 

Apesar da massiva geração de valor ocorrer no estágio pré-IPO, o investidor brasileiro não tem acesso a opções de investimento nessa fase. Com o papel da G2D, é possível acessar companhias altamente tecnológicas antes do IPO, de forma privada. 

Agora que você já sabe o que é análise técnica, continue informado sobre o mercado financeiro. Inscreva-se na nossa newsletter e receba os conteúdos do nosso time de especialistas.

#

Conteúdos sobre tecnologia, startups e investimentos em Venture Capital e ativos alternativos.