RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

5 min de leitura 18 maio. 2022

Capital empreendedor: entenda essa forma de captação de recursos

# G2D Investments
Capital empreendedor: entenda essa forma de captação de recursos

Todos os negócios precisam captar recursos para viabilizar as operações, seja para iniciá-las (no caso de startups), seja para tirar novos planos do papel. É aí que entra o capital empreendedor, uma forma de captação que pode ocorrer em diversos estágios do empreendimento.

Neste artigo, vamos explicar o que é e como o capital empreendedor funciona. Também vamos falar sobre como as empresas podem utilizá-lo para financiar projetos e como os investidores podem tirar vantagem dele para aumentar os lucros. Confira!

O que é capital empreendedor

É fácil definir o que é capital empreendedor: trata-se de uma forma de financiamento em que as empresas buscam recursos externos para viabilizar planos e expandir os negócios.

Nesse modelo, que também é conhecido como investimento de risco no mercado financeiro, um investidor aporta capital no empreendimento e, em troca, recebe participação societária ou aquisição de ações da empresa, caso ela seja de capital aberto.

Esses investidores de risco podem aplicar recursos em projetos que passam por diferentes momentos, desde empresas novas no mercado até negócios mais consolidados, que necessitam de dinheiro para continuar se expandindo.

Em geral, esse tipo de investimento é realizado por aceleradoras, fundos de investimentos, equity crowdfunding ou investidores-anjo. A vantagem de alocar capital em outras empresas é lucrar futuramente, vendendo as ações valorizadas ou a participação por um valor superior ao que foi pago.

Como o capital empreendedor funciona

Existem diversas possibilidades de captar recursos para as empresas. Uma delas é por meio de aceleradoras, organizações voltadas não só para o financiamento de projetos, mas também para o oferecimento de capacitação e mentoria. As aceleradoras ganham participação acionária na empresa e lucram no longo prazo.

Outra opção são os fundos de investimento, Pessoas Jurídicas que realizam investimentos em empresas utilizando recursos de terceiros. Nessa categoria, podemos listar Venture Capital e Private Equity, dois tipos de fundos de capital de risco que investem nas companhias para lucrar no longo prazo.

Venture Capital é um tipo de fundo focado em startups. Em troca do investimento, os fundos de Venture Capital recebem participação societária na empresa. Em muitos casos, também ganham o direito de fazer parte do conselho de administração.

Por sua vez, Private Equity é um tipo de fundo mais direcionado a empresas tradicionais e experientes no mercado. O objetivo dos fundos de Private Equity é investir em inovação e ganhar participação majoritária no negócio.

Também existe a oportunidade de captar recursos por meio de investidores-anjo. Trata-se de investidores experientes, que buscam investir em empresas com bom potencial de crescimento. Normalmente, eles têm participação minoritária, mas, em alguns casos, podem participar diretamente da gestão.  

Como captar recursos para os seus negócios

É possível captar recursos em várias fases do negócio, desde empresas que precisam de investimento para começar a operar até aquelas já experientes, que buscam a expansão. A seguir, listamos os diferentes estágios de desenvolvimento em que o capital empreendedor pode atuar.

Pré-semente

Trata-se do estágio inicial do capital empreendedor, voltado para negócios que ainda estão na fase de desenvolvimento e validação, sem a capacidade de gerar receita. Aqui, o investimento é baixo e serve para custear a entrada da nova empresa do mercado.

Quem atua nesta fase são principalmente as aceleradoras e os investidores-anjo. Outra alternativa são as plataformas de equity crowdfunding, que reúnem vários investidores pequenos para captar recursos.

Capital Semente

Este estágio já é um pouco mais avançado e foca em empresas que começam a validar o modelo de negócios. Normalmente, são companhias que já operam e geram receita, mas precisam de investimento para crescer no mercado.

Quem atua nesta fase são investidores-anjo, fundos de investimento e equity crowdfunding. Os recursos aportados são usados para aumentar a base de clientes, contratar membros para as equipes e abrir novos canais de venda e distribuição.

Venture Capital

Venture Capital é o estágio que foca em empresas inovadoras em fase de consolidação. Tais companhias já validaram o modelo de negócios, mas precisam de capital para continuar se expandindo. Os investidores que atuam nesta etapa são os fundos de investimentos de Venture Capital.

Private Equity

Este estágio do processo foca em empresas experientes, que precisam de investimento para entrar em uma nova fase de crescimento e atingir novos mercados. Os recursos são captados por fundos de investimento de Private Equity.

Bolsa de valores

A abertura do capital na Bolsa de Valores é uma alternativa de captação de recursos para empresas já consolidadas no mercado. Neste processo, a empresa abre parte da participação para qualquer investidor que deseje comprar uma fração do negócio (uma ação) e ganhar participação minoritária.

Invista em Venture Capital com a G2D

Com a G2D, é possível investir em empresas inovadoras e disruptivas, com grande potencial de crescimento. Nosso portfólio é diversificado, com investimento em vários países e setores diferentes, com profissionais focados em buscar os melhores investimentos em Venture Capital.

Agora que você conheceu mais sobre capital empreendedor, quer saber como investir em negócios disruptivos e de alto crescimento para atingir retornos financeiros muito maiores? Então, visite o nosso site e entenda como podemos facilitar o acesso a investimentos em Venture Capital!

#

Conteúdos sobre tecnologia, startups e investimentos em Venture Capital e ativos alternativos.