RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

5 min de leitura 17 janeiro. 2023

Carta aos Acionistas G2D: um follow-on inédito no mercado de capital do Brasil

# G2D Investments
Carta aos Acionistas G2D: um follow-on inédito no mercado de capital do Brasil

A G2D escreve cartas para seus acionistas, como forma de manter um contato mais próximo e transparente. Na edição mais recente, a empresa detalhou o follow-on feito em dezembro, no qual o acionista controlador comprou as novas ações pagando um valor acima do negociado em Bolsa.

“Esse fato é consistente com a visão de longo prazo da G2D”, diz o texto.

A G2D é uma empresa de venture capital listada em Bolsa, com mais de 10 mil acionistas entre pessoas físicas e pessoas jurídicas. Leia a carta.

 

Carta aos Acionistas G2D: um follow-on inédito no mercado de capital do Brasil

A G2D Investments acabou de fazer um aumento de capital, ao captar R$ 70 milhões em uma emissão primária (follow-on).

Em um fato inédito no mercado de capitais brasileiro, o acionista controlador (GP Investments e subsidiárias) pagou por ação (BDR) um preço de R$ 7,16 (o mesmo valor do IPO), superior àquele negociado pelo mercado, de R$ 2,92.

O chairman da G2D, Fersen Lambranho, falou sobre o follow-on em uma entrevista ao Brazil Journal.

 

Relação preço ação no follow-on da G2D em perspectiva

Esse fato é consistente com a visão de longo prazo da G2D. Em 2021, a empresa fez IPO quando os ativos, em sua maioria, ainda estavam marcados ao custo de aquisição.

Três meses após o IPO, os seguintes eventos valorizaram o portfólio da G2D em mais de 90%, levando valor dos ativos por ação de R$ 5,73 para R$ 11,03:

  1. Venda da participação na Coinbase, corretora de criptomoedas, que fez IPO nos EUA. A venda representou uma entrada imediata de caixa de cerca de R$ 27 milhões para a G2D e um ganho realizado de mais de 700% o valor investido.
  2. Aporte de US$ 200 milhões do Softbank no Mercado Bitcoin, que assim se tornou o primeiro unicórnio cripto do Brasil. Para a G2D, o negócio gerou um ganho de aproximadamente 20x o valor investido e retornou um caixa maior do que o custo.
  3. Aporte de R$ 300 milhões da Warburg Pincus na Blu Pagamentos. Para a G2D, o negócio avaliou a empresa em mais de 4 vezes o valor original investido e possibilitou uma venda secundária, que retornou um caixa igual ao custo.
  4. Aporte de US$ 235 milhões da Tiger Global na Not Company, uma empresa chilena investida pela The Craftory. A rodada de investimentos tornou a NotCo o primeiro unicórnio latino-americano de comida à base de plantas.

Essas e outras histórias de geração de valor do nosso portfólio foram contadas no G2Day 2021, disponível no YouTube.

Apesar do bom desempenho das empresas do portfólio, as ações da G2D sentiram os efeitos da ressaca vivida pelo mercado global, como consequência da escalada da inflação e das taxas de juros no mundo todo.

Em 2022, as principais empresas de tecnologia do mundo perderam valor de mercado. A G2D também.

Follow-on: performance de ações da g2d em perspectiva

Diante da queda global da cotação das empresas listadas em Bolsa, a G2D decidiu ajustar para baixo o valor de seus ativos, conforme o quadro a seguir.

Foi uma atitude incomum – o padrão na indústria é atualizar os valores apenas quando ocorre um evento de liquidez ou rodada de investimento –, em busca de maior transparência com os investidores.

Você pode ver uma explicação mais detalhada na divulgação de resultados do 2º trimestre de 2022 e no G2Day 2022.

Follow-on: ajuste do valor dos ativos da g2d

Mesmo diante desse cenário desafiador, o segundo semestre de 2022 trouxe boas notícias para empresas do portfólio da G2D.

Em outubro, a CERC recebeu um aporte liderado pelo fundo Mubadala. A rodada de investimentos valorizou a participação da G2D na empresa. No 4T21, era de R$ 51 milhões. Com a remarcação do 2T22, foi ajustada para R$ 33 milhões. Com o aporte do Mubadala, aumentou para R$ 63 milhões.

Em dezembro, pela segunda vez no semestre, a G2D teve uma outra boa surpresa em uma companhia com participação relevante no portfólio. A NotCo recebeu US$ 70 milhões, em um investimento liderado pelo fundo Princeville Capital. O aporte valorizou a participação da G2D em aproximadamente R$ 41 milhões – voltando ao nível anterior à remarcação feita em 2T22.

Follow-on: evolução do NAV da g2d

Os investimentos recebidos no segundo semestre por CERC e NotCo demonstram a robustez do portfólio da G2D. Mesmo em um cenário crítico, os ativos das duas empresas valem, hoje, mais do que no período anterior a 2T22. Esse crescimento confirma nossa visão de futuro para a companhia.

A G2D investe em empresas resilientes, com modelos de negócios provados e saúde financeira.

Recapitulando:

  1. Em maio de 2021, a G2D fez o IPO com suas empresas do portfólio avaliadas a custo. Após três meses, o portfólio se valorizou em 90%;
  2. Em agosto de 2022, a G2D ajustou para baixo o valor do portfólio, para refletir o momento do mercado. Após apenas dois eventos de capitalização de empresas (CERC e NotCo) o valor do balanço (NAV) se valorizou em 11%, em comparação com o segundo trimestre;
  3. Em dezembro de 2022, a G2D precificou um follow-on ao mesmo preço do IPO, ou seja, com um prêmio em relação ao mercado de 145%. A GP Investments, controladora da companhia, realizou um aumento de capital em linha com o valor justo dos ativos, como explicado acima. Decidiu olhar para além do mau momento do mercado de capitais, que precifica com um enorme desconto as companhias de tecnologia. Esse evento é inédito no mercado de capitais brasileiro e tem por objetivo demonstrar um compromisso de longo prazo com toda a base de acionistas da companhia.

Esses eventos servem para demonstrar como a G2D é, de fato, um veículo transparente e confiável para investidores interessados em participar da criação de valor, de longo prazo, dentro do processo de transformação digital do mundo.

Gostaríamos de desejar, aos nossos acionistas e suas famílias, um feliz ano novo!

Atenciosamente,

Carlos Pessoa – Diretor de RI da G2D