RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

5 min de leitura 29 novembro. 2022

Como ciência, tecnologia e inovação estão mudando o mundo dos investimentos

# G2D Investments
Como ciência, tecnologia e inovação estão mudando o mundo dos investimentos

O desenvolvimento sustentável dos países depende de três palavras-chave: ciência, tecnologia e inovação. Novas empresas estão investindo em soluções capazes de suprir as demandas de consumo de uma população mundial cada vez maior e mais longeva.

Conheça as startups que revolucionam o mercado por meio de impacto positivo no meio ambiente e na sociedade. Saiba como começar a investir em produtos financeiros focados em sustentabilidade.

O cenário do mercado de sustentabilidade

O mercado global de tecnologia verde e sustentabilidade deve crescer entre 2021 e 2030, segundo a Statista, empresa alemã de dados de mercado. Com uma taxa de crescimento anual de 21,6%, o setor pode atingir o pico de 417 bilhões de dólares até 2030, mostrando a expansão de negócios baseados em tecnologia e inovação.

Em razão da crise climática, organizações de ciência, tecnologia e inovação comprometem-se com o desenvolvimento sustentável do planeta. Nesse sentido, a tendência ESG (sigla em inglês para Environmental, Social e Governance) é cada vez mais popular entre as empresas preocupadas com os novos padrões de consumo.

Segundo pesquisa da Anbima, 90% das organizações acreditam que o tema ESG ganhará ainda mais relevância no futuro próximo. Elas estão certas: o mercado de investimentos ESG conquista cada vez mais atenção, impulsionado pelas iniciativas de ciência, tecnologia e inovação preocupadas com o meio ambiente.

Nessa esfera, os objetivos da ONU (Organização das Nações Unidas) também se destacam. São 17 objetivos elencados pela organização a serem atingidos pela humanidade até 2030, endereçando problemas sociais e ambientais, como pobreza, segurança alimentar, agricultura, energia, água e saneamento.

Como investir em sustentabilidade?

É possível investir conforme os objetivos da ONU, isto é, fazer aplicações de acordo com práticas que melhoram a vida no planeta terra por meio de ciência, tecnologia e inovação. Esses investimentos apresentam, historicamente, boas oportunidades de rendimentos e baixo risco.

Um estudo da companhia de serviços financeiros Morgan Stanley descobriu que os fundos de investimentos sustentáveis apresentaram um risco de queda menor que os tradicionais. Já a empresa de tecnologia e dados Bloomberg estima que a agenda ESG deve somar 53 trilhões de dólares em investimentos em 2025.

Um dos produtos financeiros nesse tema são os green bonds, “títulos verdes”. Eles são um tipo de investimento da categoria de renda fixa, ligado ao meio ambiente, à sustentabilidade ou às questões sociais. Representam títulos de dívida usados para captar recursos para projetos envolvidos com a agenda ESG.

A ciência é capaz de revolucionar o mercado com criações que melhoram o planeta a cada dia. Ao investir em iniciativas desse nicho, você não só acessa oportunidades de rentabilidade, mas também tem a certeza de contribuir para o desenvolvimento de novas tecnologias e preservação do meio ambiente.

Uso de ciência, tecnologia e inovação nos negócios

Ao investir na ciência, você se torna um investidor de negócios que fazem parte de mercados que estão em franca expansão. Um dos exemplos é a Seed Health, empresa que integra o portfólio da The Craftory, que possui investimento da G2D.

A Seed é uma divisão de inovações de consumo da Seed Health, empresa de biotecnologia pioneira em aplicações de micróbios com finalidade de melhorar a saúde humana e planetária. Ela fabrica probióticos, ao mesmo tempo em que busca aumentar a biodiversidade e recuperar ecossistemas precarizados.

O mercado de créditos de carbono também é uma alternativa para quem quer investir em tecnologia. Ele engloba empresas petroleiras e mineradoras, que precisam comprar créditos para compensar as emissões de gases de efeito estufa, que poluem a natureza.

Por outro lado, projetos ambientais que trabalham para reduzir o efeito das emissões na natureza podem vender esses créditos. É aí que entra a Moss Earth, uma climatech que revoluciona o mercado. Ela atua na validação de créditos de carbono por meio da tecnologia blockchain.

Invista em ciência, tecnologia e inovação com a G2D

As organizações de ciência, tecnologia e inovação fomentam a adoção de novas tendências de consumo, assim como melhorias na produção, na governança e na inovação. Esse é justamente o foco da The Craftory: apoiar marcas que desafiam o status quo e são catalisadoras para a transformação de determinados mercados.

A The Craftory é uma casa de investimentos atenta ao crescimento exponencial da tecnologia. A Seed e a Moss são duas das 14 marcas de consumo do século XXI que integram o portfólio da G2D. A G2D tem participação na The Craftory, assim como um assento no conselho de administração e no comitê de investimentos.

A G2D está na Bolsa de Valores brasileira com o código de negociação (ticker) G2DI33. Para não perder novidades sobre oportunidades de investimento, inscreva-se na nossa newsletter.

#

Conteúdos sobre tecnologia, startups e investimentos em Venture Capital e ativos alternativos.