RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

4 min de leitura 01 dezembro. 2021

Como encontrar um investidor para seu negócio

# G2D Investiments
Como encontrar um investidor para seu negócio

Encontrar alguém disposto a injetar dinheiro em uma ideia nova não é das tarefas mais fáceis. Consequentemente, muitas ideias naufragam antes de virarem negócios concretos justamente pela falta de capital investido. Por isso, neste texto, vamos falar sobre como encontrar um investidor para tirar o seu plano do papel.

Antes de tudo, é importante ter em mente que há diversos meios de conseguir um investimento, seja com sócio investidor, crowdfunding, investimento anjo, entre outros. Vamos abordar alguns deles para esclarecer para quais tipos de empresas cada um é mais voltado.

Plano de negócio

Na busca sobre como encontrar um investidor, o empreendedor deve ter um bom projeto para apresentar. Com um plano de negócios bem montado, a apresentação fica mais clara e torna a empresa muito mais atrativa.

No plano, deve ser definida a solução que será oferecida, o preço e o público, o que é chamado de “variáveis do marketing”. Além disso, um segundo ponto importante é a projeção financeira, com custos de produção, capital humano, entre outros.

Após esses dois pontos iniciais, é essencial apresentar os pontos fortes, fracos e os diferenciais da concorrência. O investidor também vai querer saber quanto você precisa levantar e em quanto tempo a empresa conseguirá dar retorno sobre o investimento.

Essas informações cruciais poderão atrair um bom investidor para o negócio. A boa notícia é que muitas empresas alcançam esse objetivo: de acordo com um levantamento da Inside Venture Capital, foram investidos 3,6 bilhões de dólares em startups brasileiras em 2020.

Tipos de investidores

Além de um bom plano de negócios, para saber como encontrar um investidor, o empreendedor deve estar ciente do patamar atual da empresa e de quanto capital quer receber. Sendo assim, é possível buscar o perfil correto para acelerar o empreendimento.

O investidor anjo, por exemplo, busca por startups em estágio inicial, ainda sem viabilização concreta da companhia. Também há a opção de aceleradoras e incubadoras ou a possibilidade de atrair investidores mais experientes, por meio de venture capital, por exemplo. Vamos detalhar cada um deles abaixo.

Incubadoras e aceleradoras

As incubadoras servem para empreendedores que precisam lapidar as ideias, ou seja, elas ajudam na criação do projeto até a parte de validação. Já as aceleradoras focam em empresas que passaram desse estágio, auxiliando com a mentoria e a parte de financiamento da startup.

Investimento anjo

Representado por uma pessoa física ou um grupo de indivíduos dispostos a investir em companhias com ideias inovadoras e em estágio inicial. O investidor anjo não necessariamente participa das decisões da empresa. Além disso, os valores podem variar de R$20 mil a R$600 mil.

Equity Crowdfunding

Esse modelo possibilita que um conjunto de investidores financie companhias em troca de participação nelas. Como o nome diz é um financiamento coletivo, mas voltado para empresas, o que possibilita essa negociação envolvendo participação societária. Geralmente são voltados para negócios em estágio inicial.

Seed Capital

Conhecido como “capital semente”, este conceito pode ser caracterizado como o passo seguinte ao investimento anjo, uma vez que o capital é bem maior: a faixa de valores salta para até R$2 milhões. Geralmente, as empresas buscadas ainda estão em estágio inicial, mas já possuem certa experiência no mercado.

Venture Capital

São fundos de investimento regulados que reúnem o dinheiro de várias pessoas para investir em negócios com alto potencial de valorização. Aqui, a faixa de preço pode chegar até R$10 milhões e costuma ocorrer uma troca desse montante por participação societária na empresa.

Private Equity

São fundos ainda maiores, que buscam empresas com faturamento acima de R$100 milhões. Em geral, focam em companhias que já estão maturadas no mercado, muitas vezes com o objetivo de abrir capital na Bolsa de Valores.

Tenha a G2D como sócia

Na dúvida sobre como encontrar um investidor, muitos empreendedores podem esbarrar na burocracia. Por outro lado, a G2D facilita o acesso de pessoas físicas a empresas disruptivas e com capacidade de alto crescimento por meio de ações na Bolsa de Valores.

Ao investir na G2D, o investidor tem acesso a diferentes companhias inovadoras e de diversos países. O nosso portfólio conta com negócios de educação, criptomoedas e consumo, passando pela análise de diversos profissionais.

Para saber de todos os investimentos da G2D e acompanhar as novidades sobre o universo das startups, assine a nossa newsletter.

#

O que é a G2D investimentos

A G2D é uma plataforma global de investimentos em empreendimentos promissores quando o assunto é tecnologia disruptiva e crescimento acelerado. Está listada na B3 como (G2DI33)