RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

5 min de leitura 03 dezembro. 2021

Como investir nas empresas de capital fechado

# G2D Investments
Como investir nas empresas de capital fechado

Nem todas as empresas decidem abrir capital na Bolsa de Valores e oferecer participação no quadro de sócios. Apesar de grandes, algumas optam por manter o negócio entre poucos controladores, sendo conhecidas como empresas de capital fechado.

Apesar de não estarem na Bolsa de Valores, essas companhias também oferecem a possibilidade de investimento. Isso acontece quando um dos sócios decide vender parte ou toda a sua participação  na empresa. Porém, não é tão fácil comercializar essa posição, ou seja, vender as ações na companhia,  como é feito na Bolsa.

Neste texto, vamos abordar as diferenças entre capital de empresa, seja aberto ou fechado, além de explicar quais são as vantagens de investir em companhias como essas. 

Empresas de capital fechado

Empresas de capital fechado são aquelas restringidas a poucos acionistas, que controlam toda a parte da empresa. Nesse caso, geralmente há um maior controle por parte da administração nas tomadas de decisão, uma vez que não há a prestação de contas a acionistas da esfera pública.

Por isso os balanços de resultados são publicados no Diário Oficial do Estado em que a empresa tem sede, e não no site da empresa, como no caso das companhias da Bolsa. 

Esses negócios também são chamados de sociedade anônima de capital fechado justamente por estarem sob controle de poucos acionistas. Sendo assim, elas não podem buscar dinheiro na Bolsa de Valores, devendo procurar financiamento por empréstimo ou emissão de dívidas. 

A Rede Globo e as Lojas Pernambucanas são exemplos de companhias com capital fechado.

A principal vantagem é esse controle maior sobre as decisões da empresa, o que também acaba por ser uma das desvantagens, caso a direção da companhia tome caminhos que se provem negativos. Outra vantagem diz respeito à contabilidade, que é mais simples e mais barata do que as empresas de capital aberto.

Empresas de capital aberto

Já uma empresa com capital aberto está disponível para qualquer investidor no ambiente da Bolsa de Valores. Sendo assim, o investimento tem mais liquidez, ou seja, é possível se desfazer dele com mais facilidade. Além disso, as companhias abertas são obrigadas a divulgar registros e resultados ao público.

Como exemplos podem ser citadas a Petrobras, o Google, a Apple ou a Vale. As pessoas que comprarem as ações destas companhias estão, na verdade, adquirindo uma parcela proporcional da empresa. Por essa razão que, quando a companhia for dividir os lucros por meio de dividendos aos acionistas, aqueles que detém as ações poderão receber os valores.

Entre as vantagens de ter o capital aberto está a reputação da empresa, uma vez que ela sempre passará por rigorosos processos de controle e auditoria. Acabam por ser mais flexíveis, já que possuem mais sócios, e conseguem ampliar os recursos financeiros captando dinheiro no mercado.

De outro lado, as empresas de capital aberto estão mais expostas a pressões de acionistas, o que pode levar a se concentrar em resultados de curto prazo e não em projetos duradouros.  Além disso, elas devem angariar mais recursos para o pagamento de taxas, como a contratação de uma auditoria externa, preparação de documentos, prospecto, entre outras questões legais.

Como investir em empresas de capital fechado

Os investimentos em empresas de capital fechado se dão quando um sócio decide vender parte da sua participação ou quando a empresa está buscando recursos no mercado, como startups em estágio inicial ou até empresas recentes, mas já mais consolidadas, que pretendem expandir seus negócios.

O problema é que, em grande parte, apenas investidores profissionais ou fundos de investimento que conseguem entrar com participação nessas empresas. A G2D acaba oferecendo uma solução nesse sentido, uma vez que, investe em empresas de capital fechado, mas é negociada na Bolsa de Valores. Com isso, qualquer investidor consegue diversificar sua carteira aplicando na G2D e, por consequência, nos investimentos que fazemos.

Esse é uma grande vantagem que a G2D oferece justamente por trazer em carteira empresas com potencial de grande valorização e que não estariam disponíveis de uma forma convencional. Nesse sentido, você consegue ter participação em diversos mercados, com empresas de alta tecnologia e possibilidade de expansão.

Diversificação com a G2D

Investir em empresas de capital fechado significa trazer diversificação para a carteira. Com a G2D, você pode ter acesso a diferentes tipos de empreendimento, tanto no Brasil, quanto no exterior. Além disso, como investidor, você conta com a segurança de ter os profissionais da G2D dedicados a encontrar boas oportunidades.  

No nosso portfólio, temos negócios de consumo nos Estados Unidos, de tecnologia voltada para educação, de criptomoedas e vários outros. Assim, você terá os benefícios das companhias abertas em Bolsa, como a G2D, e o potencial dos negócios de capital fechado.

Assine a nossa newsletter para ficar por dentro de todas as novidades da G2D e das empresas que compõem o nosso portfólio, além de acessar conteúdos sobre o mundo dos investimentos.

#

Conteúdos sobre tecnologia, startups e investimentos em Venture Capital e ativos alternativos.