RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

6 min de leitura 13 dezembro. 2021

Consumo consciente: como ter hábitos sustentáveis

# G2D Investments
Consumo consciente: como ter hábitos sustentáveis

Você já se questionou sobre os seus hábitos de consumo? Estar atento às necessidades e às consequências das compras é uma tendência entre os brasileiros que as pesquisas têm detectado. Nesse sentido, entra em cena o consumo consciente.

Um estudo divulgado pela Federação das Indústrias do Paraná mostrou que, em 2019, 87% afirmaram preferir comprar de empresas sustentáveis. O Relatório Brasil 2020, do Akatu e GlobeScan, corrobora com esses dados. Segundo a pesquisa, 60% dos consumidores esperam que as empresas estabeleçam metas que priorizem os funcionários e a natureza.

Pode ser que você esteja refletindo sobre o impacto que o seu consumo causa ao planeta. Há também o medo de estar acumulando bens que não são necessários ou de baixa qualidade. Afinal, cada produto tem uma origem, e essa história não termina quando ele não nos serve mais. Com este conteúdo, fique por dentro das informações sobre consumo consciente.

O que é consumo consciente?

O consumo consciente ou consumo sustentável é o ato de se preocupar com os diferentes impactos do consumo humano. Ou seja, maximizar os impactos positivos e minimizar os impactos negativos das escolhas de consumo. O consumidor consciente é aquele que busca por produtos ou serviços cuja produção consome a menor quantidade possível de recursos naturais e humanos.

Ainda segundo o Akatu, esse movimento foi marcado pelo Processo de Marrakesh, estabelecido pela Organização das Nações Unidas em 2003. Ele define uma série de iniciativas para promover o alcance de padrões sustentáveis de consumo e produção, sendo aderido pelo Brasil desde o seu surgimento.

Por aqui, o dia 15 de outubro ficou instituído como dia do Consumo Consciente pelo Ministério do Meio Ambiente. O objetivo da data é despertar a consciência do público para os problemas da produção e consumo desenfreados.

Passo a passo para o consumo consciente

Em seguida, confira exemplos de consumo consciente que você pode começar a aplicar no dia a dia. Se preferir, salve as dicas para quando precisar.

Avalie o que é necessário

Se o seu objetivo é ser mais consciente, conheça as suas reais necessidades e procure viver com menos. Você pode evitar excessos e ter um estilo de vida mais minimalista ao reduzir o consumo de itens supérfluos. Mas também esteja atento aos gastos com recursos essenciais, como água e luz.

Planejar suas compras

Da lista de supermercado até a aquisição de bens duráveis, como automóveis: é sempre importante planejar de antemão para evitar compras impulsivas. Pense também sobre a forma de pagamento. Use o crédito de forma consciente e esteja preparado para pagar as suas prestações.

Reutilização e reciclagem

Optar por embalagens recicláveis, evitar o desperdício de alimentos e trazer uma ecobag para as compras ajudam a reduzir o lixo. Mas quando gerar lixo, lembre-se de separar os recicláveis dos orgânicos. Considere comprar produtos sustentáveis ou de maior qualidade. Assim você não estará descartando itens tão facilmente.

Valorize empresas com responsabilidade social

Nem só o preço e a qualidade de um produto ou serviço são importantes. Busque conhecer e valorizar as empresas que definem e divulgam ações de responsabilidade social. Também apoie a produção local e os microempreendedores sustentáveis.

Empresas com responsabilidade social: como identificar?

Empresas com responsabilidade social são aquelas que oferecem bem-estar aos seus colaboradores e clientes. São companhias que também se preocupam com seu impacto na comunidade onde estão localizadas, buscando interferir de maneira positiva.

As empresas estão aderindo às práticas ESG, sigla em inglês que significa Environmental, Social and Corporate Governance. O termo refere-se às melhores práticas ambientais, sociais e de governança de um negócio.

Uma pesquisa da BTA para a EXAME mostrou que boa parte das grandes empresas investem em ESG. São 84% que afirmam adotar ações que contribuem para a preservação ambiental. Além disso, os clientes se sentem mais dispostos a comprar de negócios socialmente responsáveis.

Reduzir o consumo de carne para evitar prejuízos ao planeta é outra forma de responsabilidade ambiental. A NotCo, foodtech chilena que integra o portfólio da G2D, cria produtos à base de vegetais. Ao deixar os animais de fora da cadeia de produção alimentar, reduz drasticamente seu impacto social e ambiental.

Para identificar empresas como essas, o consumidor deve ficar atento. Abaixo, preparamos algumas dicas para ajudar nessa tarefa, com base em informações do Investopedia.

Meio ambiente

Empresas socialmente responsáveis podem publicar dados dos seus impactos no meio ambiente, por exemplo, divulgando sua pegada de carbono e lançando relatórios de sustentabilidade. Esses negócios também costumam limitar sua relação com atividades e uso de produtos poluentes. Além disso, usam fontes de energia sustentáveis.

Meio social

Tais negócios também têm um processo de produção e distribuição ético em relação às pessoas e à natureza. Eles costumam, além disso, apoiar a diversidade e estabelecer políticas contra discriminação. Oportunizar salários adequados às funções e um ambiente de trabalho saudável é outro fator.

Governança

A governança é mais um aspecto importante em empresas com responsabilidade social. Para identificá-las, busque saber se os cargos de maior autoridade do negócio têm diversidade. Também é importante que a empresa adote a transparência nos seus dados e divulgue suas decisões de forma ampla.

Programas de TV e redes sociais que promovem o consumo consciente

Em seguida, veja alguns exemplos de programas para assistir e perfis de redes sociais para seguir:

Minimalismo Já

“Minimalismo Já”, filme disponível na Netflix, revela como viver melhor com menos. Através de entrevistas, o documentário mostra a importância das coisas simples e rejeitar a ideia de que só as posses materiais trazem felicidade.

The True Cost

Este documentário sobre a indústria da moda e seus impactos sobre o meio ambiente vai abrir os seus olhos para os riscos do fast fashion. Também está disponível na Netflix

Uma Vida Sem Lixo

O objetivo do perfil é ajudar as pessoas a evitar desperdícios e a tornar a sustentabilidade uma prática mais acessível. Lá, a influencer Cristal Muniz compartilha dicas de produtos naturais e de práticas sustentáveis que podem ser adotadas no dia a dia.

Menos 1 Lixo

Um movimento e negócio de impacto que promove a sustentabilidade. No Instagram, compartilham conteúdos sobre educação ambiental. O foco é disseminar práticas sustentáveis pelo Brasil.

Agora que você já tem um panorama do que significa consumo consciente, que tal ficar por dentro de mais conteúdos como esse? Assine a nossa newsletter e receba as novidades no seu seu e-mail.

#

Conteúdos sobre tecnologia, startups e investimentos em Venture Capital e ativos alternativos.