RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

4 min de leitura 17 junho. 2022

Fundos DI é uma boa opção para investir? Saiba mais

# G2D Investments
Fundos DI é uma boa opção para investir? Saiba mais

Você quer investir com segurança? Então, os fundos DI pode ser uma boa alternativa, especialmente, se o seu objetivo é fazer uma reserva de dinheiro. Este tipo de ativo tem um desempenho bastante previsível e costuma ser escolhido por investidores com perfil mais conservador. 

Com a alta da Selic, a taxa básica de juros, aplicações em renda fixa como essa se tornam mais atrativas. Afinal, produtos financeiros como esse acompanham os movimentos da Selic e garantem segurança ao investidor. Quer entender melhor? Continue a leitura e conheça tudo sobre o fundos DI. 

Entenda o que é fundo DI  

Os fundso DI, ou fundo de renda fixa referenciado DI, é um produto financeiro da categoria de fundos de investimento. Nesta modalidade, os participantes pagam uma cota de administração, feita por um gestor profissional. Em contrapartida, o gestor seleciona e cuida de vários títulos que integram o fundo. 

A principal regra desse fundo é acompanhar a movimentação da taxa do CDI, o índice de referência. O Certificado de Depósito Interbancário é uma taxa gerada a partir de empréstimos de curtíssimo prazo. O CDI é a média dos juros cobrados nesse tipo de operação. 

Sendo assim, os recursos do fundo são títulos atrelados ao Certificado de Depósito Interbancário. O fundo pode incluir títulos do Tesouro Selic, CDBs e letras financeiras, por exemplo.

As gestoras costumam investir 80% ou 95% do capital do fundo em títulos públicos federais, assim como em papéis de instituições financeiras com baixo risco de crédito.

Como o investimento funciona?

A maioria dos bancos e das corretoras de investimento oferece pelo menos uma opção desse produto para os investidores. Para investir, é preciso ter uma conta em um banco ou uma corretora de valores. 

Depois, é importante conhecer a política de investimento adotada pelo gestor para o fundo. Assim, é mais fácil escolher a instituição financeira que oferece o fundo ideal para o seu perfil, os seus interesses e os seus objetivos.

Vantagens e desvantagens do fundo DI

As vantagens do fundo estão diretamente ligadas a um perfil de investidor mais conservador. Logo, pode ser uma ótima alternativa para quem está montando uma carteira de investimentos, sem disposição para correr riscos. 

Os fundos DI contam com liquidez diária. Isso significa que, caso você queira fazer um pedido de resgate, o recurso pode ser liberado na sua conta no mesmo dia. Logo, investir nesse fundo faz muito sentido para quem pretende usar o recurso no curto prazo. Ele acaba serve de reserva de emergência para quando você precisar retirar o valor do investimento rapidamente.

Em relação a outros tipos de investimento, a rentabilidade desse fundo pode ser maior que investir isoladamente no Tesouro Direto. Por outro lado, os CDBs podem apresentar maior rentabilidade. No entanto, exigem um investimento mínimo maior e têm menor liquidez, o que afasta muitos investidores. 

Taxas e impostos 

É importante conhecer as taxas e os impostos envolvidos na aplicação em fundo DI. Pode-se dizer que uma taxa de administração que não sacrifica a rentabilidade do investidor fica em torno de 0,3% ao ano. A modalidade é taxada com tabela regressiva do Imposto de Renda, cuja alíquota incide apenas sobre o rendimento. 

Além disso, há o come-cotas, a antecipação de um imposto recolhido a cada 6 meses na alíquota de 15%. Como consequência, o come-cotas diminui a rentabilidade do investimento. Assim, o fundo tem que entregar uma rentabilidade um pouco maior que o Tesouro Selic para compensar a desvantagem. 

Fique informado com a G2D

Entendeu como investir em fundos DI? Siga informado com ajuda da G2D Investments, uma companhia que facilita o acesso a investimentos em empresas privadas do Brasil, dos Estados Unidos e da Europa. 

Agora que você já sabe sobre fundos DI, saiba que, Por meio do código da G2DI33 na B3, é possível acessar companhias em fase de crescimento exponencial, que ainda não foram listadas em Bolsa. São empresas disruptivas que estão transformando os mercados a partir da inovação e da tecnologia.

Os especialistas da G2D são preparados para te levar as melhores análises e novidades sobre o mercado financeiro. Quer receber esse tipo de conteúdo? Então, inscreva-se na nossa newsletter e fique por dentro.

#

Conteúdos sobre tecnologia, startups e investimentos em Venture Capital e ativos alternativos.