RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

5 min de leitura 28 janeiro. 2022

Vale a pena ter investimento de alto risco?

# G2D Investments
Vale a pena ter investimento de alto risco?

Quando os investidores pensam em maximizar seus retornos, um investimento de alto risco é uma das opções mais buscadas. Com ele, o capital investido pode se multiplicar em um período menor de tempo, mas também há muitos riscos envolvidos.

Por isso, muitos investidores se perguntam como gerenciar as possíveis perdas nesses tipos de alocação e quais são as melhores opções. Neste texto, vamos explicar o que é um investimento de alto risco, o significado disso para o investidor, e como ter uma rentabilidade maior para sua carteira. Acompanhe!

O que são investimentos de alto risco?

Um investidor de alto risco procura aplicações que não apresentem uma rentabilidade contratada, como no caso da renda fixa. Ao investir em títulos do Tesouro Direto, por exemplo, o investidor pode calcular quanto será o seu retorno mínimo. Por isso ele é voltado para investidores mais cautelosos, que preferem ter retornos mais estáveis.

No caso de um investimento de alto risco, isso não ocorre. É possível ter uma rentabilidade muito alta, mas também muito baixa. Essa é a essência desse tipo de investimento: quanto maior o risco, maiores são as possibilidades de retorno. Aqui, se encaixam os investidores moderados e principalmente os mais adeptos ao risco, que costumam ser mais experientes.

Nesse sentido, os ativos de renda variável, como ações e criptomoedas, são considerados investimentos de alto risco, porque estão sujeitos às oscilações do mercado financeiro. A vantagem para o investidor é que, nessas variações, pode haver um retorno muito maior do que na renda fixa.

O grau de risco varia dependendo do investidor, por isso, é importante definir bem a sua estratégia de investimento, com boa diversificação, e também saber o seu perfil. Todas as corretoras possuem esse tipo de questionário. Confira como definir uma estratégia de investimento.

Exemplos de investimento de alto risco

Para os investidores de alto risco, há muitas opções no mercado para buscar uma maior rentabilidade para a carteira. Vamos citar e explicar alguns desses investimentos.

Ações 

Investir em ações, mesmo de empresas consolidadas, como Ambev ou Petrobras, é um investimento de alto risco, uma vez que o mercado passa por grandes oscilações ao longo do tempo. Por isso, mesmo para o investidor de longo prazo, as ações também estão nessa seara. 

Os ativos da bolsa de valores também estão sujeitos às mudanças da política e da economia, tanto do Brasil quanto do mundo todo. Por isso, é impossível prever o rumo de cada ativo e como eles reagem a cada acontecimento.

Day Trade

Nessa modalidade, o investidor compra e vende ações de alto risco no mesmo dia, ganhando com o sobe e desce do mercado ao longo do pregão. Se o investidor não fizer a operação de compra e venda no mesmo dia é considerado “swing trade”, tão arriscado quanto o day trade, mas tendo outro tipo de tributação.

Além das ações, é possível realizar esses movimentos também com dólar, commodities e outros ativos, inclusive em renda fixa.

Criptomoedas

O mercado de criptoativos ganhou muita relevância nos últimos anos, e novos projetos surgiram. Por serem muito recentes, as criptomoedas são um excelente exemplo de investimento de alto grau de risco e retorno, uma vez que podem se tornar mais comuns no dia a dia, como também podem sofrer com regulações que diminuam o impacto do projeto. 

Além disso, os criptoativos são conhecidos pela alta volatilidade. O Bitcoin, por exemplo, por várias vezes já caiu mais de 50% dentro de um período de tempo e depois subiu mais de 100%. Esse nível de altos e baixos é mais raro de acontecer com as ações. Aproveite para entender mais sobre o mercado de criptomoedas.

Venture Capital

Aqui, o investidor procura empresas que possuam um enorme potencial de crescimento, uma vez que são disruptivas no mercado em que atuam. Como são companhias muito recentes, por vezes não estão na bolsa de valores, o que pode ser um empecilho para investidores iniciantes. 

Nesse sentido, a G2D é uma gestora que investe em empresas com esse perfil, tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos. Dessa forma, é possível contar com a experiência dos analistas da G2D para encontrar as melhores oportunidades de forma acessível. Conheça mais sobre como investir em Venture Capital.

Como diminuir os riscos dos investimentos

A melhor maneira de reduzir os riscos envolvidos em investimentos desses tipos é a diversificação. Aqui, vale a máxima de “não colocar todos os ovos na mesma cesta”. É importante ter investimentos de renda fixa, de ações, criptomoedas e venture capital.

O peso de cada uma dessas classes é o investidor que define, mediante a estratégia e também o perfil. Dessa forma, a carteira de investimentos consegue apresentar uma relação saudável entre risco e retorno. 

Diversifique com a G2D

Os investimentos de alto risco e retorno são uma das formas mais positivas para os investidores conseguirem melhores rentabilidades. Porém, como visto, é necessário ter uma estratégia bem definida e diversificar a carteira, tendo diferentes tipos de ativos. 

Assim, conte com a G2D para encontrar as melhores oportunidades em venture capital. Investimos em empresas de criptomoedas, varejo e educação, sempre alocando em companhias com grande potencial de valorização no longo prazo. Conheça mais o nosso portfólio.

#

Conteúdos sobre tecnologia, startups e investimentos em Venture Capital e ativos alternativos.