RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

5 min de leitura 31 maio. 2022

Market timing dá certo? Veja como investir

# G2D Investments
Market timing dá certo? Veja como investir

O market timing é uma estratégia de investimento usada para surfar momentos específicos. Como diz o nome, refere-se aos movimentos dos negócios, que ora valorizam e ora desvalorizam.

Esse conceito é utilizado por grandes investidores e exige conhecimento mais profundo sobre as dinâmicas de investir em ações. Além disso, também exige acompanhamento mais próximo. Entenda mais a partir de agora.

O que é market timing?

Market timing, em tradução literal, significa ritmo do mercado. Trata-se de uma forma de investir em ações pensando na valorização dos papéis em um prazo mais curto, algo que exige mais experiência e maior tempo de dedicação.

Em primeiro lugar, o investidor interessado nesta técnica deve ser analítico e acompanhar as mudanças do mercado frequentemente. Isto porque as oportunidades podem surgir a qualquer momento, tanto de comprar, quanto de vender ativos financeiros.

Mas não basta apenas observar o momento atual do mercado. É necessário conhecer o histórico do ativo de se interesse para entender as tendências de longo prazo.

Como funciona o market timing?

Existem ações que flutuam em uma determinada faixa de preço e as empresas que as emitem já têm políticas estabelecidade de compra e venda para manter o preço nessa faixa. Caso o investidor não tenha esse conhecimento, pode facilmente comprar na alta e vender na baixa.

Além disso, as empresas na bolsa de valores estão sujeitas aos efeitos econômicos e políticos do mercado em que estão inseridas. Entender como isso afeta o preço de seus papeís agora e no futuro é uma tarefa que demanda uma análise mais profunda.

Em um momento de crise, por exemplo, papéis de companhias na bolsa podem desvalorizar, mesmo que seus setores não sejam afetados pela crise em questão. Portanto, o conhecimento mais profundo do mercado vai dizer quando a desvalorização de um papel representa, de fato, uma boa oportunidade de negócio.

Assim sendo, para fugir de um saldo negativo, é preciso entender e, de certa forma, prever os próximos passos do mercado. Há formas de acompanhar essas movimentações sem correr tantos riscos. Algumas maneiras são:

  • acompanhar o noticiário financeiro;
  • conhecer o histórico de longo prazo das companhias ou dos ativos de seu interesse;
  • estudar os indicadores que afetam o preço desses ativos, sejam os da própria empresa, sejam os do cenário macroeconômico do país;
  • acompanhar gráficos, cotações e informações de ativos similares para capturar tendências de preço;
  • monitorar de forma constante qualquer informação que possa afetar esses ativos.

Vantagens e desvantagens do market timing

O market timing pode oferecer a chance de ganhos rápidos no curto prazo. Logo, a principal vantagem é a possibilidade de ter retorno rápido. A questão é saber a hora certa de comprar e vender um papel de forma a obter resultados consistentes.

Outro ponto importante é o custo de executar essa estratégia de investimento. Corretoras de valores cobram taxas sobre negociações que variam conforme as suas políticas.

O imposto sobre o ganho também é algo que precisa ser ponderado. Na ponta do lápis, há casos em que é melhor não fazer nenhuma alteração no seu portfólio.

Nesse sentido, quanto menos experiência um investidor tem no mercado, menos a prática de market timing é recomendada.

É possível bater o mercado com market timing? Um estudo sobre investir no tempo certo

Um dos debates mais quentes do mercado financeiro é a busca por modelos matemáticos que ajudem a prever o comportamento dos ativos e otimizar o desempenho de uma carteira de investimentos.

Muitos avanços já aconteceram nesse, desde a Teoria Moderna do Portfólio, de Markowitz, passando pela estratégia Black and Scholes de investir em opções, até os fundos quantitativos.

Especificamente sobre market timing, existem estudos de mercado mostrando qual é o impacto de investir em momentos específicos versus investir para o longo prazo.

Lançado em 2019, o Guia de Aposentadoria de J.P. Morgan Asset Management é um exemplo. Segundo os dados baseados no recorte de 1999 a 2018, se o investidor não investiu nos 10 melhores dias do mercado de ações nos Estados Unidos, seu retorno foi reduzido pela metade no período.

Novamente, a questão é saber com quais dias serão os de melhor retorno antes que eles passem. Como isso ainda não é possível prever, o que faz mais sentido é permanecer com seus investimentos ao longo do tempo.

O estudo mostrou que quem apenas manteve o dinheiro em um ativo sem fazer nenhum movimento teve um retorno bem maior do que nos outros recortes. Os dados são referentes ao S&P 500, índice de ações das 500 maiores companhias dos EUA. Veja:

04/01/1999 até 31/12/2018 Valor do dólar Desempenho anualizado
Investimento em todo o período (S&P 500 index) $29,845 5.62%
Perdeu os 10 melhores dias $14,895 2.01%
Perdeu os 20 melhores dias $9,359 -.33%
Perdeu os 30 melhores dias $6,213 -2.35%
Perdeu os 40 melhores dias $4,241 -4.2%
Perdeu os 50 melhores dias $2,985 -5.87%
Perdeu os 60 melhores dias $2,144 -7.41%

Fonte: JP Morgan Asset Management

Como a G2D te ajuda a investir melhor

A G2D Investments é uma empresa presente na bolsa de valores brasileira por meio do código de negociação G2DI33. Oferecemos para qualquer pessoa a possibilidade de investir em um portfólio diversificado de companhias no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa.

Facilitamos o acesso a companhias privadas de alto crescimento, que antes só estavam disponíveis para um público específico. Assine a Newsletter da G2D para ficar por dentro das últimas novidades.

#

Conteúdos sobre tecnologia, startups e investimentos em Venture Capital e ativos alternativos.