RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

5 min de leitura 14 março. 2022

Mercado B2B: como investir nesse segmento?

# G2D Investments
Mercado B2B: como investir nesse segmento?

O mercado B2B é um segmento bilionário de negócios no Brasil e no mundo. Entender como ele funciona é essencial para  aproveitar oportunidades de investimento. E o melhor: você não precisa ter conhecimento aprofundado para saber como investir em empresas B2B.

A partir de agora, você vai entender o que é mercado B2B, qual é a diferença entre esse segmento e o mercado B2C e como se beneficiar desse tipo de negócio para montar a sua carteira de investimentos. Continue conosco!

O que é mercado B2B?

Mercado B2B é o segmento em que empresas vendem soluções para outras empresas. A sigla B2B vem do inglês e significa business to business, literalmente negócios para negócios. Ou seja, o cliente final é uma companhia, não uma pessoa.

O mercado B2B não está restrito apenas à venda de matéria-prima para a manufatura de um produto final. Ele envolve qualquer solução de produto ou serviço cujo foco é a venda entre empresas. Sendo assim, pode envolver tanto vendas mais óbvias, como material para escritório e insumo para a produção de algum item, até negócios mais complexos, como serviços de consultoria e soluções em Software As a Service (SaaS).

Como a negociação ocorre entre pessoas jurídicas, todas as necessidades que um empreendimento possa ter podem ser cobertas por diferentes tipos de fornecedores. Isso inclui serviços e produtos como softwares de gestão, consultorias de marketing e até materiais de escritório – a lista é longa.

No entanto, essas relações corporativas nem sempre são visíveis e fáceis de se entender. O motivo é porque se tratam de mercados extremamente específicos, onde os players são mais conhecidos apenas em seus nichos.

As empresas B2C, por outro lado, são mais facilmente reconhecíveis. É difícil dizer que alguém não conheça empresas para o consumidor final como as gigantes McDonald’s e Amazon, por exemplo.

Qual é o tamanho do mercado B2B?

Logo, você pode estar pensando: qual o tamanho do mercado B2B atualmente? A indústria B2B vem se expandindo a partir de novos tipos de produtos e serviços. A Forrester Research, dos Estados Unidos, mostrou que, em 2017, o mercado B2B foi o responsável por movimentar US$ 889 bilhões.

Hoje, a maioria das transações B2B envolve soluções de software que podem automatizar a entrega de bens e serviços, assim como soluções em pagamentos. Produtos e serviços de marketing e vendas também tomam boa parcela do setor.

O e-commerce é, sobretudo, destaque absoluto dentro do mercado B2B. Conforme uma pesquisa realizada pela Forrester Research, as transações B2B no comércio eletrônico, numa perspectiva global, alcançaram US$ 12,1 trilhões em 2019.

Segundo o Business Wire, o e-commerce B2B deve atingir o valor de US$ 25,65 trilhões até 2028, com 18,70% de crescimento anual. Negócios como a IBM, FedEx, Amazon e Alibaba fazem parte do mercado, sendo que as duas últimas são os maiores players do comércio eletrônico de empresas para empresas.

Como investir em empresas B2B?

Para investir em empresas B2B, investidores podem acessar gestoras de Venture Capital. Essas plataformas captam dinheiro de investidores e alocam esses recursos em negócios disruptivos do segmento. É uma ótima maneira de as startups B2B encontrarem o capital necessário para avançar.

E como isto pode ser feito? Por intermédio de plataformas de investimento. Trata-se de um meio de diversificar sua carteira ao aplicar em empreendimentos de alto crescimento em estágio pré-IPO.

A diversificação, ou investimento em negócios de diferentes estágios de crescimento e modelos de negócios, é frequentemente usada por investidores para gerenciar riscos. Além disso, aplicar em empresas que podem vir a ser referências em suas indústrias representa uma vantagem para o portfólio do investidor.

Como a G2D te ajuda a investir em empresas B2B

A G2D Investments é uma empresa de Venture Capital listada na Bolsa de Valores. O código de negociação da G2D na B3 é G2DI33.

Nosso modelo de negócio permite que qualquer pessoa invista em empresas privadas de alto crescimento, algo que antes só estava ao alcance de quem tem muito dinheiro para investir. Confira as companhias no portfólio da G2D que atuam no mercado B2B.

CERC

A CERC ou Central de Recebíveis S.A. é uma registradora de recebíveis. Assim, ela fornece a infraestrutura de tecnologia necessária para validar, registrar e comopensar pagamentos que empresas ainda vão receber.

O papel da CERC no mercado B2B é importante em duas frentes: de um lado, garante que as contas a receber das empresas são legítimas e que essas transações serão processadas corretamente; de outro, permite que essas obrigações sejam usadas como colateral de empréstimos, o que ajuda a formentar o mercado de crédito no Brasil. Saiba mais no vídeo a seguir:

Blu

A Blu é uma fintech que ajuda lojistas a antecipar recebíveis e ter mais eficiência nos negócios. Dessa forma, a empresa ajuda a reduzir o custo de financiamento do varejo junto à indústria, trazendo mais eficiência para esse segmento do mercado. Entenda mais a seguir:

Digibee

A Digibee faz integração de sistemas com foco em transformação digital. A empresa, que já compete com a Oracle e a IBM no Brasil, atende atualmente mais de 250 empresas de diferentes segmentos, como educação, financeiro, saúde, varejo, telecom e TI. Entre os grandes clientes estão Itaú, Assaí Atacadista, B3, Carrefour, Dasa, Fleury, Bauducco, entre outros.

Todas essas empresas B2B e diversas outras estão à sua disposição por meio do papel G2DI33. Basta apenas uma aplicação para ter acesso. Agora, que tal conhecer outras companhias que estão no portfólio? Veja quem são os unicórnios G2D.

#

Conteúdos sobre tecnologia, startups e investimentos em Venture Capital e ativos alternativos.