RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

4 min de leitura 10 setembro. 2021

O que são marcas disruptivas e qual é a importância para o investidor

# G2D Investiments
O que são marcas disruptivas e qual é a importância para o investidor

As marcas disruptivas são aquelas que criam e praticam ideias inovadoras no mercado. Porém, ao contrário de uma proposta que modifica os processos internos, essas são marcas que “quebram” padrões e revolucionam o modo como o mercado enxerga um determinado segmento.

As ideias propostas por uma marca disruptiva têm como objetivo elaborar uma nova lógica de operação. Inclusive, em alguns casos, é possível trazer a atenção do público para um segmento que estava estagnado. 

Um exemplo de disrupção em um segmento tradicional é a introdução de um canal digital nas instituições financeiras — Internet Banking — no mercado bancário. Isso alterou os processos das empresas e do consumidor, trazendo mais facilidade para o dia a dia.

A seguir, trazemos com mais detalhes o que é inovação disruptiva e exemplos que ajudam a entender as vantagens de contar com marcas disruptivas no portfólio de investimentos. Leia e entenda.

O que é ser disruptivo?

De maneira geral, ser disruptivo significa provocar o rompimento de processos tradicionais. Assim, quando citamos marcas disruptivas, estamos nos referindo a empresas com a missão de trazer algo no mercado, mudando o modo como “as coisas são feitas”.

Isso quer dizer que, ao contrário do conceito de inovação, que busca meios de mudar, mas pode não propor ideias revolucionárias, a definição de inovação disruptiva essencialmente exige a “quebra” de padrões.

A NotCo, por exemplo, uma das marcas presentes em nosso portfólio, é uma empresa que trouxe uma solução disruptiva para o mercado alimentício. Notando o crescimento dos adeptos a refeições veganas — sem consumo de alimentos derivados do animal —, a empresa investiu na produção e venda de alimentos à base de plantas, desde hambúrgueres até sorvetes.

Características de uma marca disruptiva

Fazer parte do corpo acionário de uma empresa disruptiva é uma ideia que tem atraído investidores. Afinal, participar de uma marca precursora de tradições pode trazer retornos financeiros significativos.

“Então, como identificar as marcas disruptivas no mercado?”. Mesmo que cada empresa possua características únicas, geralmente é possível identificar características, como uma estrutura mais enxuta, por exemplo.

Isso se deve ao fato de que as empresas disruptivas costumam ser criadas do zero e gradativamente dão indícios de crescimento. Além disso, essas marcas tendem a focar no consumidor, afinal essa inovação deve trazer facilidade e vantagens aos clientes.

Vale destacar que uma marca disruptiva também possui uma cultura organizacional com alta tolerância ao erro e uma equipe multidisciplinar. Por conta do viés inovador, a empresa deve estar aberta a ideias que ajudem na implementação da inovação, e para isso precisa de um quadro de funcionários que contribua para a alavancagem dela no mercado.

Pensamento disruptivo

O pensamento disruptivo também faz parte das características disruptivas. Isso porque o processo de planejamento desse tipo de marca difere muito da inovação tradicional, afinal são soluções completamente novas.

É comum que a proposta de marcas disruptivas traga respostas para problemas que nem mesmo os consumidores sabiam que tinham. 

Marca disruptiva é sinal de sucesso?

Essa “mudança de hábito” pode tanto ser aceita no mercado como encontrar barreiras que impeçam as ideias disruptivas. As tradições geralmente são enraizadas, por isso propor novas ideias pode ser um desafio, e não um indicador de sucesso.

Por conta disso, investidores de Venture Capital (VC), por exemplo, que buscam por empresas privadas — sem capital aberto na Bolsa de Valores (B3) — em crescimento para começar, fazem uma extensa pesquisa sobre como será a aceitação do público. Esse é um investimento de risco, mas tem chances de retornos altos.

Marcas disruptivas na G2D

A G2D é uma empresa que investe em Venture Capital, buscando por empresas privadas e disruptivas com alto potencial de crescimento. No portfólio, há um total de 12 marcas disruptivas, inclusive o mais novo unicórnio — negócio avaliado em mais de 1 bilhão de dólares —, a NotCo. Também é possível destacar:

  • TomboyX: marca de roupas íntimas voltada para os corpos de homens e mulheres reais, fugindo dos padrões de grandes empresas no mercado;
  • Dyper: marca de produtos para bebês, como fraldas, toalhas e cremes produzidos com bambu;
  • Edgard Cooper: marca de produtos para gatos e cachorros com ingredientes frescos e naturais.

Mantenha-se informado com a G2D

Ficou interessado em investir em marcas disruptivas? Acesse o nosso site e assine a nossa newsletter para acompanhar as novidades das marcas e do ativo da G2D na Bolsa de Valores. Fique por dentro de todas as novidades.

#

O que é a G2D investimentos

A G2D é uma plataforma global de investimentos em empreendimentos promissores quando o assunto é tecnologia disruptiva e crescimento acelerado. Está listada na B3 como (G2DI33)