RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

5 min de leitura 30 novembro. 2022

Produtos sustentáveis e inovadores: uma nova tendência de consumo

# G2D Investments
Produtos sustentáveis e inovadores: uma nova tendência de consumo

Você já percebeu que os produtos sustentáveis e inovadores estão tomando conta do mercado financeiro? O consumidor atual mudou e está muito mais preocupado com o impacto que com os benefícios emocionais ou funcionais oferecidos pelos produtos.

Conforme estudo da empresa McKinsey, 65% dos brasileiros da geração Z se interessam em saber a origem daquilo que compram. Em breve, esse grupo vai ditar as tendências de consumo do mercado. Então, prossiga com a leitura para conhecer alguns produtos e marcas mais sustentáveis e inovadoras atualmente.

O que são produtos sustentáveis e inovadores

A geração Z tem interesse em produtos sustentáveis e inovadores. Segundo a McKinsey, 70% dos brasileiros desse grupo procuram comprar de empresas consideradas éticas. Para eles e as demais gerações antenadas, é mais importante consumir para ter acesso, em vez de posse de produtos ou serviços.

Logo, há uma demanda por marcas que tenham produtos sustentáveis e inovadores e se posicionem em relação aos temas discutidos pela sociedade, como a crise climática e a igualdade de gênero. Os consumidores querem saber onde, a partir de que e como os produtos são fabricados.

Então, surgem as marcas capazes de criar produtos inovadores, sustentáveis e que não só atendem às tendências atuais de consumo, mas também oferecem experiências e se conectam com as pessoas. São produtos ou serviços de acesso ilimitado, como streamings de vídeos ou compartilhamento de carros.

Outro exemplo são os produtos veganos, feitos à base de plantas por foodtechs que usam tecnologia na fabricação dos alimentos. Além da extração de minério, a produção animal também impacta na emissão de metano. Por isso, essas empresas tiram os ingredientes animais da equação para diminuir o impacto ambiental.

As marcas de consumo do século XXI

Geralmente, as empresas por trás de produtos sustentáveis são as marcas de consumo do século XXI, também conhecidas como challenger brands, “empresas desafiadoras”, em português. Com a tecnologia, elas se conectam com os consumidores e criam soluções personalizadas para problemas e vontades.

São empresas pequenas, mas com potencial de crescimento capaz de competir lado a lado com organizações mais tradicionais. Isso vem da tecnologia, que possibilita entender o consumidor e criar produtos inovadores, que correspondem às tendências atuais de comportamento.

Em geral, as marcas criam consumer packaged goods (CPG), isto é, bens de consumo não duráveis. Basicamente, são produtos sustentáveis e inovadores no nicho de alimentos, cosméticos e eletroeletrônicos. Os smartphones da Apple e os tênis da Nike entram nessa categoria, por exemplo.

O mercado de bens de consumo não duráveis tem valor trilionário. Só nos Estados Unidos, a receita das empresas desse segmento chega a acumular US$ 6 trilhões. Globalmente, espera-se que o mercado de produtos de consumo e varejo atinja US$ 29 trilhões até 2028, segundo a Coherent Market Insights.

Exemplos de marcas sustentáveis e inovadoras

Empresas sustentáveis e inovadoras entendem os consumidores e usam tecnologia para inovar e criar produtos ou serviços capazes de mudar o planeta para melhor. A Seed, por exemplo, é uma marca inovadora do portfólio da G2D que cria probióticos para melhorar a saúde humana e a vida no planeta.

Outra marca sustentável investida pela G2D é a Dyper, que produz fraldas biodegradáveis a partir de fibra de bambu. Além disso, a empresa usa um serviço de assinaturas que serve tanto para distribuir os produtos quanto para coletar o descarte de maneira ambientalmente responsável.

A NotCo é uma foodtech do Chile de produtos plant-based que tem Jeff Bezos, fundador da Amazon, entre os investidores. A startup usa inteligência artificial para criar alimentos com aparência e gosto de bife, leite e maionese, por exemplo, mas sem usar nenhum ingrediente de origem animal.

The Craftory e capital com causa

Essas três companhias têm em comum o apoio da The Craftory, uma casa global de investimentos ligada à G2D, que investe exclusivamente em marcas do consumo do século XXI. A The Craftory não só investe com capital, mas também com conhecimento para ajudar essas empresas a crescerem de forma sustentável.

O foco dela é o capital com causa, isto é, investir com responsabilidade social. Por isso, no portfólio, tem negócios do setor CPG, que são disruptivos e inovadores. O critério para escolha das empresas é ter a vida saudável, a sustentabilidade, o progresso social, a autoestima e a democratização do acesso no DNA.

Invista em produtos financeiros sustentáveis

A G2D Investments está atenta às oportunidades em produtos sustentáveis e inovadores. É esperado que o mercado global de produtos de consumo receba investimentos crescentes, o que representa uma oportunidade de rendimentos, especialmente em relação às pequenas e às médias empresas.

Somos uma empresa de Venture Capital listada na Bolsa de Valores brasileira. Ao investir no nosso papel (GD2I33), você acessa empresas que ainda não foram listadas, ou seja, que estão no estágio pré-IPO.

Antes, esse tipo de retorno era acessível a menos de 1% dos investidores. Democratizamos o acesso ao Venture Capital, permitindo que qualquer pessoa invista em negócios do Brasil, dos Estados Unidos ou de países da Europa. Conheça nosso portfólio para saber mais sobre as empresas em que investimos.

#

Conteúdos sobre tecnologia, startups e investimentos em Venture Capital e ativos alternativos.