RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

3 min de leitura 13 setembro. 2021

Scale-ups: o que são e como investir?

# G2D Investiments
Scale-ups: o que são e como investir?

As scale-ups são empresas que possuem o ritmo acelerado de crescimento, mas já passaram do estágio de validação de modelo de negócio de uma startup. Apesar de ser associado a startups, o termo é designado para representar qualquer empresa que possua um crescimento acelerado e um modelo de negócio comprovadamente escalável.

Criamos este conteúdo para te ajudar a entender o que são scale-ups e como investir nelas.

O que são as scale-ups?

As scale-ups são empresas que conseguem sustentar um aumento de escala, ou seja, crescendo seu faturamento mais rápido do que o tamanho de suas operações. São negócios que desenvolvem e aplicam modelos de operação inovadores para se diferenciarem no mercado e possibilitam manter um ritmo de crescimento acelerado.

Segundo a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD), são consideradas scale-ups empresas que possuem um crescimento de faturamento de pelo menos 20% ao ano durante três anos consecutivos. 

Com este conceito em mente, percebemos que não apenas apenas empresas grandes podem ser consideradas scale-ups, já que 92% delas são companhias de médio e pequeno porte. 

Além disso, scale-ups também estão presentes em segmentos tradicionais da economia, como construção civil, saúde e até transportes, não ficando restritas apenas ao setor de tecnologia. 

Idade média de uma scale-up

Há quem atribua o alto crescimento dessas empresas ao fato de serem jovens, com pouco tempo de mercado. Segundo o relatório da Endeavor Brasil, a média de idade de uma scale-up brasileira é de 14 anos. Portanto, é mais comum encontrar empresas com mais de uma década de vida chegando a este status que as mais jovens

Entenda o panorama das scale-ups no Brasil

Ainda de acordo com o relatório da Endeavor Brasil, no Brasil, menos de 1% das empresas se encaixam na categoria de scale-ups. Entretanto, quase 60% dos novos empregos gerados nos últimos anos foram por estes negócios, com 3,3 milhões de vagas criadas em um período de três anos. 

Segundo dados do IBGE, estes negócios também são responsáveis por R$ 250 bilhões acrescentados ao PIB ao ano, ajudando na retomada econômica do país em diversas cidades de norte a sul do Brasil. 

Segundo o mesmo estudo, 60% das scale-ups têm sede em cidades com menos de 500 mil habitantes. Isso demonstra que iniciativas disruptivas ou inovadoras podem nascer e se desenvolver em qualquer localidade, não só em grandes cidades.

Qual é a diferença entre scale-ups e startups?

Uma das principais diferenças entre scale-ups e startups é o estágio em que se encontram. 

Enquanto as startups ainda estão em fase inicial de implementação do negócio, muitas vezes ainda na fase de validação de mercado e com poucos anos de vida, as scale-ups já possuem modelos de negócios consolidados, com crescimento de faturamento constante e mais de uma década de vida, em média.

Invista em uma scale-up com a G2D

Com a G2D, você pode investir em scale-ups de forma acessível e descomplicada no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa.

Estamos listados na B3 com o código G2DI33. Dessa forma, você investe de maneira fácil, transparente e com liquidez em negócios disruptivos com potencial de serem líderes de mercado do futuro. 

Inscreva-se para receber a nossa newsletter e fique por dentro das novidades do mercado.

#

O que é a G2D investimentos

A G2D é uma plataforma global de investimentos em empreendimentos promissores quando o assunto é tecnologia disruptiva e crescimento acelerado. Está listada na B3 como (G2DI33)