RI: conheça nosso portfólio e resultados financeiros

6 min de leitura 24 março. 2022

A revolução da Web3 e como se beneficiar dela

# G2D Investments
A revolução da Web3 e como se beneficiar dela

O conceito de Web3 é mais antigo do que parece: uma internet descentralizada e democrática, com espaço para experiências imersivas e quebra de limites entre o real e o virtual.

Ainda estamos nos primórdios dessa nova internet, mas já existem pessoas e organizações trabalhando em tempo integral em projetos que estão construindo as suas estruturas.

Confira a partir de agora os principais conceitos relacionados à Web3, como ela engloba tudo o que está à nossa volta e como se beneficiar dessa revolução nos seus investimentos.

O que é Web3?

A Web3 é uma evolução da internet como a conhecemos. O termo foi cunhado pelo britânico Gavin Wood, co-fundador da Ethereum.

O objetivo da Web3 é trazer a descentralização como pilar principal da rede e devolver às pessoas o controle sobre suas atividades online. Nesse sentido, as criptomoedas, tokens e a tecnologia blockchain são os pilares de sua fundação.

A Web2, a internet como a conhecemos, é dominada pelas Big Techs. Por meio de seus algoritmos, essas empresas detêm o controle sobre como os conteúdos são distribuídos e podem, ainda que de forma não intencional, influenciar emoções e ideias.

Segundo estudo da consultoria ETNO, empresas como Meta, Alphabet, Apple, Amazon, Netflix e Microsoft representaram 56% do tráfego global de dados em 2021.

Web 3.0: conceito já é antigo

O termo Web 3.0 foi empregado pela primeira vez pelo jornalista John Markoff, num artigo do The New York Times e logo incorporado e rejeitado com igual ardor pela comunidade virtual.

Os nomes se confundem, mas a Web 3.0, ou a Web Semântica, é um conceito mais antigo. Segundo a revista Forbes, a diferença é que a Web3 vem para corrigir problemas antigos da internet.

No entanto, ambas partem de um mesmo princípio: a nova fase, sendo a grande revolução da internet para muitos. Isso porque, acima de tudo, agrega confiança e transparência ao usuário.

Web3: criptomoedas ganham papel de destaque

A tecnologia blockchain, uma das bases da Web3, permite a criação de cadeias de dados, os blocos, que são a base das criptomoedas. Esta criptografia permite uma comunicação segura e livre de interferência de terceiros.

Este novo universo gera diversas possibilidades. Segurança, anonimato, privacidade, enfim, cada um possui sua própria chave para o conteúdo que será acessado. Esta grande sequência de criptografias faz o usuário ter maior certeza de que está diante de um investimento seguro, sem precisar confiar em boas intenções que permeiam as antigas transações.

Com o metaverso, uma das grandes ambições das empresas de tecnologia e com as criptomoedas sendo fundamentais. Em primeiro lugar, elas são a chave para as transições dentro deste universo. Além disso, seus protocolos são os mesmos para validar e autenticar operações nos mundos virtuais.

Como investir na Web3?

A Web3 possui três principais fontes de investimentos: criptomoedas, non-fungible tokens (NFTs), que podem ser traduzidos para tokens não-fungíveis, além de terrenos no metaverso. Abaixo, vamos explicar como nós aqui da G2D podemos te ajudar em cada um destes cenários.

Criptomoedas na Web3

As moedas digitais tem como principal característica a descentralização. Ou seja, não pertencem a países ou órgãos específicos.

Na web3, além de serem usadas para transações financeiras, as criptomoedas do metaverso são a base da estrutura de qualquer metaverso.

Elas são a chave não só para transações financeiras, mas seus protocolos também são usados para validar a propriedade e certificar a autenticidade de qualquer operação em um mundo virtual.

NFTs na Web3

Tema de grande destaque recente, os non-fungible tokens são compras e vendas de obras de artes, memes e demais arquivos digitais. Eles oferecem um certificado digital, revolucionando a maneira como propriedades digitais são tratadas.

Dessa maneira, os NFTs ajudam a revolucionar o metaverso. Seus tokens garantem que são propriedades únicas, sem outra igual. As transições também são feitas via tecnologia blockchain. O registro é público e permite a checagem e a confiança de que se está comprando um item realmente exclusivo.

Terrenos no metaverso

Há quem diga que comprar terreno no metaverso hoje é como investir na Manhattan dos anos 1920. É uma opção que muito provavelmente vai ter uma grande valorização no futuro.

Além da propriedade, é possível por exemplo alugar estes terrenos, hospedando festas, eventos, entre outras coisas. Hoje, um terreno neste ambiente não sai por menos de R$ 50 mil.

Um terreno no metaverso é uma maneira de ter renda passiva. Ao invés de procurar o velho registro de imóveis, você garante sua propriedade no metaverso de sua escolha tendo a sua propriedade validada através da mesma tecnologia vista no item anterior, dos NFTs.

Web3, criptomoedas e blockchain: veja os Ted Talks sobre o tema

A pesquisadora com foco em tecnologia blockchain, Shermin Voshmgir destaca que esta revolução democratiza e traz maior transparência ao mundo virtual, sendo funcional justamente pelos seus protocolos abertos.

Confira:

Já o Tech Lead do Google, Philippe Modard explica a revolução rápida que a Web passou, desde seu surgimento nos anos 90, sempre com um futuro incerto. No entanto, atualmente há temas que estão se moldando, através de evoluções tecnológicas e padronizações.

Confira:

Justin Goldston é professor e pesquisador da Universidade Penn State. Ele é expert em tecnologia blockchain, sendo um dos pioneiros neste campo. Ele aponta que a transparência trazida por essa tecnologia pode gerar um enorme impacto social.

Confira:

Como a G2D te ajuda a investir na Web3?

A G2D investe em empresas que estão acompanhando as tendência em Web 3 e no mercado de criptomoedas. Em nosso portfólio, investimos em empresas no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa focados em bens de consumo e tecnologias disruptivas.

No mercado de criptomoedas, temos Mercado Bitcoin e 2TM em nosso portfólio. Também fomos acionistas da Coinbase antes de seu IPO em 2021.

Agora que você começou a entender a revolução da Web3, que tal ficar por dentro de outras novidades do mundo da tecnologia e dos investimentos? Assinando a Newsletter da G2D e receba as novidades direto em seu e-mail.

#

Conteúdos sobre tecnologia, startups e investimentos em Venture Capital e ativos alternativos.